Publicado em

Metodologia

Metodologia:

Para o desenvolvimento deste projeto utilizaremos os métodos quantitativos e qualitativos, coletando as informações da seguinte forma:

  • Quantitativos – Cadastramento de Pessoas e entidades com perfil para o desenvolvimento das habilidades e técnicas empreendidas;

  • Qualitativos – Coleta de dados por meio de documentos existentes na Secretaria de Desenvolvimento Social (Prefeitura Municipal), Senai, Senar, associações, escolas , igrejas (cursos, relatórios, projetos, publicações), além de entrevistas com associações e grupo de pessoas( artesã e costureiras) em comunidades carentes e principalmente com a própria idealizadora do projeto “Irene Coelho Cruz”.

Público Alvo: O Projeto visa atender pessoas de baixa renda, maiores de 18 anos.

Número de Vagas: 6 vagas no máximo por turma por comunidade

Horário: Teremos várias comunidades desenvolvendo o projeto com horários diferentes.

Em Várzea Grande será segunda das 8:30 ao 12:00hs e das 14:00 às 17:00hs.

Sábado das 8:30 ao 12:00hs.

Local: Para o Desenvolvimento das atividades será necessário parceria com instituição que tenha espaço físico capaz de abrigar com segurança máquinas de costura, boa iluminação, ventilação, sanitários e água potável.

Perfil: Vontade de apreender (querer), vocação, habilidades com costura (recomendável), saúde, visão boa, organização e assiduidade (freqüência).

Valores do Curso e Inscrição: Por se tratar de projeto social sem fins lucrativo e apoiado por instituição do terceiro setor, o projeto será ofertado de forma gratuita. Para se inscrever deverá preencher formulário de entrevista social  aplicado pelo assistente social e posterior seleção conforme critérios internos.

Técnicas: Para o desenvolvimento deste projeto será feito levantamento das práticas e processos desenvolvidos por sua idealizadora como forma de desenvolver os seguintes passos:

Desenvolver ficha técnica do produto , para levantamento do custo e padronização do produto;

Produzir produto artesanal com baixo custo, com insumos provenientes de sobras, reaproveitamento, descarte, porém, com qualidade e criatividade;

Desenvolver com base no tipo de material produzido a melhor estratégia de comercialização;

Investigar e dimensionar preço final do produto levando em consideração o mercado de produto artesanal local.

Desenvolver logo e embalagem para o produto

Ferramentas: Para o desenvolvimento do produto “colchas de retalhos” será preciso:

Máquinas de costura simples, 2 mesas para apoio, 6 cadeiras,1 bebedouro, Ar condicionado, tesouras, linhas, agulhas, quadro de madeira, fita métrica, lápis ou giz, tecidos “retalhos” , tecidos “foro”, cestos ou caixas para seleção dos retalhos e embalagens para acondicionamento e apresentação das colchas;